let me light up the sky

Isso a maioria das pessoas já devem saber ou já devem ter pensando sobre isso, porém me deparei com esses pesamentos vagando em minha mente, de novo, e resolvi tirá-los da cabeça escrevendo sobre eles.

(…)

É tão ruim quando alguém entra na sua vida, te faz feliz por um tempo e do nada te trata com indiferença ou simplesmente sai da sua vida como se você tivesse sido uma página em branco na vida dela… Eu queria muito saber o que cada pessoa que toma esse tipo de atitude tem na cabeça. Eu faço tudo para que essas situações não aconteçam comigo, mas parece que é impossível de evitá-las.

Eu sinto falta de você que um dia fez diferença em algum momento da minha vida e que foi embora sem cerimônia. Se você que está lendo isso e pensa em mexer dessa forma covarde comigo, trate de consertar isso antes de acontecer. O que vai, volta, meu amigo. Pode ser algo que não venha de mim, mas você vai poder sentir o “prazer” que eu senti, de uma uma forma ou de outra.

Então, depois me conta como é tentar viver sem lembrar… :)


Imagem
Anúncios

!

Eu fico indignada com você, homem, que não honra o seu sexo. Tem muito homem que se diz Homem sem ser. Aprendam a ser Homens de verdade. Sério… Tô muito fácil de me revoltar e querer abrir a boca para coisas que geralmente fico calada. Não sei se isso é bom ou ruim.

Eu acho que isso é resultado de eu ter escolhido ficar a maior parte dos meus 20 anos calada para muitas coisas que eu não concordava. Simplesmente não acho que vale a pena bater boca por besteira. Evito expor minha opinião diante de certas besteiras que me incomodam.

Muitas besteiras me incomodam. O lance é que eu fico calada. Mas será isso o certo? Será que eu devo ficar mesmo calada ou devo expor mais – me expor mais – o que eu acho sobre certas coisas? Não estou dizendo aqui que eu fico sem expor minha opinião sempre… Mas assuntos que considero bestas, me mantenho calada, para não provocar uma briga. Pois sei que se eu abrir a boca, vão sair farpas… (Seria isso temer o poder da minhas próprias palavras?)

Voltando sobre o assunto das primeiras duas linhas que escrevi. Homem de verdade, trata bem as mulheres. Cara, se tem uma moça querendo o seu bem, desejando te ver feliz, seja no mínimo legal e educado com a ela. Não seja indiferente e ridículo. Se você quiser ser o “homem” (com “h” mesmo, pois você não honra ser um homem com “H”). Se você for indiferente, ridículo, entre outras nomenclaturas que não tô com paciência pra falar, você pode achar que não, mas um dia você vai receber de volta tudo o que está emitindo para essa pessoa (não digo da mesma forma, mas na mesma intensidade, com certeza. E eu espero de verdade que isso realmente aconteça).

– Fim.

– Não há mais nada a dizer. Por hoje.